Culturas regionais no Brasil: um estudo sobre as percepções mútuas de gaúchos e baianos no ambiente de trabalho

-A +A
Autor: 
RODRIGUES, Grace Kelly Marques
Ano de Publicação: 
2008
Orientador: 
Tânia Fischer
Nº de Páginas: 
175
Instituição: 
Universidade Federal da Bahia, Escola de Administração
Palavras Chave: 
Cultura organizacional; Pluralismo cultural; Ambiente de trabalho

A realidade brasileira é constituída por uma construção histórico-social que reúne uma
profusão de tradições, de línguas, etnias, costumes, visões de mundo e de comportamentos, os
quais expressam modos de ser e de se relacionar distintos, identificando a pluralidade cultural
como uma das grandes características do país. Nesse contexto, esta dissertação analisa a
interação entre culturas regionais no Brasil, procurando evidenciar as diferentes percepções
existentes entre as culturas gaúcha e baiana durante o convívio no ambiente de trabalho de
uma organização gaúcha instalada na Bahia há mais de dez anos. A revisão teórica sobre
cultura, cultura organizacional, estudos da cultura nacional e a formação das culturas
regionais gaúcha e baiana subsidiou o trabalho empírico e as análises dos resultados obtidos.
Por meio de entrevistas semi-estruturadas com gaúchos e baianos foram verificadas diferenças
na maneira como estes, embora pertencentes a uma mesma cultura nacional, percebem a si e
ao outro grupo cultural distinto. Verificou-se, também, que, na percepção dos entrevistados, a
organização, ambiente deste convívio intercultural, tende a uniformizar tal diversidade, não
atentando em suas decisões para a relevância das diferenças presentes dentro ou fora dos
limites da organização.

Brazilian society is made up of a socio-historic construct which brings together a profusion of
traditions, languages, ethnicities, customs, visions of the world and behaviors which are
expressed in distinct ways of being and relating to others resulting in cultural plurality being
one of the most predominant characteristics of the country. Given this, the present dissertation
analyses the interaction among regional cultures in Brazil, tracing the varying perceptions that
exist between the southern (gaucha) and bahian culture in the work scenario: an organization
from the south operating in Bahia for more than 10 years. The theoretical review of the
literature on culture, organizational culture, studies into national culture and the formation of
regional bahian and gaucha cultures formed the basis of the empirical work and the analyses
of the results obtained. Using semi-structured interviews with people from the south and
Bahia, differences in how they view themselves and those of other cultural group, albeit of the
same national culture, were found. According to the interviewees the organization, an
intercultural environment, also tends to minimize the diversity, paying little attention to the
relevance of differences which are present within and beyond the limits of the organization.

Compartilhe no Facebook! Compartilhe no Twitter!